jantar de casamento

Passamos por um momento em que as festas de casamento levam cada vez mais em consideração a personalidade dos noivos. Porém, isso não significa que o casal não deva se preocupar com aspectos normalmente mais valorizados pelos convidados, como o jantar.

Confiram algumas dicas para não errar nessa importante etapa da organização!

1 – Deixar a lista de convidados muito livre

Pode até ser difícil para noivos sem muita experiência e que não contam com uma assessoria, mas é fundamental ter controle sobre a lista de convidados para poder acertar na quantidade de comida, bebida e, até mesmo, de garçons. Portanto, elaborem essa relação com todo o cuidado e não se esqueçam de pedir que os convidados confirmem presença.

2 – Escolher o buffet em cima da hora

Com certeza, os melhores buffets da cidade de vocês são badalados e recebem reservas com vários meses de antecedência. Então, entrem em contato com os seus favoritos em tempo hábil e peçam orçamentos detalhados. Na organização de um casamento, a demora a tomar decisões implica na queda tanto do número de fornecedores livres quanto da qualidade dos serviços prestados.

3 – Investir em pratos muito exóticos

O que seria de uma festa temática sem algum prato que faz referência ao tema, não é mesmo? No entanto, é importante que vocês tomem cuidado para não oferecer apenas opções que os convidados não conhecem e podem acabar rejeitando. O ideal é investir em comidas que todo mundo ama e dar uma pequena incrementada com iguarias diferentes.

4 – Seguir apenas o gosto de vocês

Outro erro na escolha do menu para um casamento é levar em consideração apenas os gostos dos noivos, e não pensar nos convidados. Não se esqueçam de que vocês devem receber pessoas com diferentes idades, gostos e restrições alimentares. Procurem se esforçar para que todos se alimentem bem e fiquem com uma boa impressão da festa!

5 – Não utilizar placards

Pensar na distribuição dos convidados pelas mesas é fundamental para manter a organização do jantar, reunir pessoas que pertencem ao mesmo círculo e evitar atritos entre aqueles que não se dão muito bem. Para tanto, elaborem um seating plan, invistam em um placard que revele essa disposição logo na entrada da festa e deixem que cada um encontre o seu lugar.

6 – Demorar a servir os convidados

O dia do casamento é uma maratona para noivos e, também, para convidados! Lembrem que muitos deles vão marca salão, viajar de outras cidades e têm filhos pequenos. Por isso, demonstrem consideração e procurem se atrasar o mínimo possível na cerimônia. Também vale pensar em estratégias para servi-los assim que chegarem na festa, como finger foods ou uma mesa de frios.

7 – Contratar poucos garçons

Imaginem contratar um buffet maravilhoso, acertar na escolha do menu e calcular quantidades corretas, mas, mesmo assim, gerar descontentamento entre os convidados por falta de profissionais capazes de atendê-los? O número de garçons muda de acordo com o tipo de jantar e a variedade de bebidas, mas, geralmente, um profissional consegue atender entre 10 e 15 pessoas.

Para ter um jantar de casamento ainda mais especial, conheça os espaços da ALL Espaços que recebem esse tipo de evento e até a próxima.